Pontes da Linha da Beira Alta entram em obra

Posted by

 ponte de trezoi

A reparação de três pontes ferroviárias da Linha da Beira Alta, danificadas há mais de um ano pelo descarrilamento de um comboio de mercadorias custa 765 mil euros. Quem o disse, ontem, foi fonte da administração da empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP).

“A obra permitirá ultrapassar alguns dos constrangimentos atualmente existentes nestas pontes” e que obrigavam, nomeadamente, à introdução de restrições à velocidade dos comboios , adiantou  uma fonte da IP, empresa pública que resultou da recente fusão da Refer com a Estradas de Portugal.

Iniciados em julho, os trabalhos visam “a substituição do armamento de via, incluindo travessas especiais de madeira, pelas suas dimensões e características”, nas pontes de Várzeas, Meligioso e Trezói, cada uma delas com 303, 127 e 127 metros de comprimento, respetivamente, e deverão estar concluídos no próximo dia 24.

Estas pontes, a primeira no concelho da Mealhada, distrito de Aveiro, e as restantes em Mortágua, município do distrito de Viseu, foram “particularmente afetadas pelos descarrilamentos ocorridos” em maio de 2014, segundo a IP.

Há um ano, três meses após o acidente com um comboio de mercadorias da empresa privada Takargo, do grupo Mota Engil, uma fonte da Refer confirmou que o descarrilamento na zona do Luso (Mealhada) provocou “danos consideráveis” numa extensão “muito significativa” da via, com seis quilómetros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.