Época balnear com três mortes até agora e cerca de 1.500 ações de primeiros-socorros e salvamento

Posted by

salvamento

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) registou três mortes por afogamento, entre maio e julho deste ano, sendo que duas ocorreram em praias não vigiadas e uma numa praia fluvial vigiada, segundo o balanço dos primeiros três meses da época balnear, divulgado no domingo.

Os registos fatais tiveram lugar na Costa da Caparica, Óbidos e Ericeira.

Em relação à atividade operacional dos nadadores salvadores, há a registar 267 intervenções em praias concessionadas vigiadas, 452 em praias não concessionadas (mas abrangidas por sistemas integrados implementados), 352 assistências a primeiros socorros e 25 buscas com sucesso a crianças perdidas na praia.

No que se refere à atividade dos veículos adstritos à AMN, nos primeiros três meses da época balnear as 28 carrinhas empenhadas nestas operações estiveram envolvidas em 179 intervenções de salvamento, 302 assistências de primeiros socorros e 12 buscas com sucesso a crianças perdidas na praia.

Os dados dos acidentes diretamente relacionados com a prática balnear, entre 01 de maio e 31 de julho, foram publicados na página da internet da Autoridade Marítima Nacional.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.