Escola garante apoio psicológico ao aluno agredido por duas raparigas

Posted by

 

imagens vídeo figueira da foz

O rapaz, que foi agredido por duas raparigas no Verão passado na Figueira da Foz, tem 17 anos e frequenta um curso profissional da Escola Secundária Joaquim de Carvalho. Neste momento, o jovem encontra-se a estagiar numa empresa no âmbito desta formação.

Em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, o diretor da escola Carlos Santos confirmou esta informação, adiantando que no momento a sua principal preocupação é “o que o aluno está a sentir após a divulgação do vídeo e o que a escola pode fazer por ele, de forma a minimizar o impacto”. Desta forma, o responsável garantiu que a escola está a “providenciar apoio psicológico” para o seu educando.

Quantos às agressoras, os diretores das três escolas secundárias garantem que nenhuma delas frequenta os seus estabelecimentos de ensino.

Entretanto, e segundo apurou o DIÁRIO AS BEIRAS, uma aluna da Escola Secundária Cristina Torres, estimulada pela mãe, apresentou queixa na PSP na qualidade de testemunha deste episódio de violência.

Refira-se que este caso resulta da divulgação de um vídeo na rede social Facebook e que mostra duas adolescentes a agredir um rapaz, na Figueira da Foz, ao longo de 13 minutos perante a passividade de outros jovens.

6 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.