Câmara de Penela e fundação devolvem quatro escolas à comunidade

Posted by

LUÍS-MATIAS-PENELA-CJM-(5)

A Câmara Municipal de Penela e a Fundação PT revitalizaram quatro escolas desativadas através de um projeto de formação para o envelhecimento ativo que já envolve 100 pessoas, anunciaram hoje as duas instituições.

“A democracia digital e tecnológica também merece ser celebrada”, disse o presidente da autarquia, Luís Matias, numa sessão, na Escola de Podentes, em que foi feito um balanço do primeiro ano de funcionamento de um programa de aprendizagem na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Trata-se de um projeto-piloto que arrancou, em 2014, no âmbito de uma “parceria estratégica de revitalização de instituições escolares”, acordada entre as duas entidades, que visa “a integração tecnológica e a promoção do envelhecimento ativo” no concelho de Penela, distrito de Coimbra.

“Não gosto de ver os edifícios públicos fechados”, afirmou o presidente da Câmara Municipal, ao realçar que importa preservar e dar novas funções às antigas escolas primárias, que constituem uma parcela da “memória coletiva” das comunidades.

Defendendo que “nunca é tarde demais para aprender”, o social-democrata Luís Matias admitiu que os promotores, município e Fundação Portugal Telecom (PT), “jamais pensaram” que o projeto iria ter “uma adesão tão grande”.

Cerca de 100 pessoas, entre os 14 e os 78 anos, num total de 300 horas formativas, participam no programa desde o início do ano letivo, abrangendo quatro escolas que estavam desativadas por falta de alunos, nas povoações de Grocinas, Ferrarias, Fetais Cimeiros e Podentes.

“Ao comando das formações, encontram-se profissionais especializados nas TIC e especialmente vocacionados para o segmento sénior, o qual representa parte significativa dos 6.000 habitantes do concelho de Penela”, refere a Fundação PT num documento distribuído aos jornalistas.

Em declarações à agência Lusa, na Escola de Podentes, a diretora desta instituição privada sem fins lucrativos, Graça Rebocho, salientou que a parceria com a Câmara local visa “promover a melhoria das condições de vida” das populações.

Às quatro escolas, cujos formadores são da responsabilidade da autarquia, a Fundação PT forneceu 50 computadores portáteis, outros equipamentos informáticos, o acesso à internet e a anuidade de serviços de comunicações.

Com este apoio, a instituição ligada à Portugal Telecom “pretende contribuir para a criação de uma rede de contacto entre as quatro escolas abrangidas, numa perspetiva de integração tecnológica e social”, contribuindo para combater o isolamento das populações rurais.

Na sessão de apresentação interveio também o vereador da Cultura da Câmara de Penela e professor do Ensino Básico, Emídio Domingues, que enfatizou a aposta na preservação das escolas onde, no passado, se ouviram as vozes de milhares de crianças, que comparou a “bandos de pardais à solta”, citando uma canção interpretada por Carlos do Carmo.

No âmbito dos apoios na área das TIC, a Fundação PT mantém parcerias com 50 instituições do país, às quais doou 600 equipamentos, beneficiando cerca de 9.000 formandos adultos.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.