“Um dia histórico” para a freguesia de Maiorca

Posted by

LARGO MAIORCA JA

A Assembleia Municipal da Figueira da Foz realizou a sessão solene do 25 de Abril na Casa do Povo de Maiorca, tendo como orador António Arnaut, “pai do Serviço Nacional de Saúde”.

Tal como o convidado, nenhum dos restantes intervenientes passou ao lado da situação económica, financeira, social e política do país, convergindo, também, na análise à (falta de) qualidade da democracia portuguesa.
O dia foi, pois, especial para aquela vila do norte do concelho. “Um dia histórico para Maiorca e os maiorquenses”, realçaria o presidente da junta e anfitrião, Filipe Dias, quando acabava de inaugurar a requalificação do largo da Feira Velha.

Esta era uma obra reclamada há várias décadas, desde que a feira se mudou para o atual recinto, depois de dois séculos de atividade no espaço que a Câmara da Figueira da Foz requalificou.
Os maiorquenses devem sentir-se “orgulhosos e felizes” com o renovado espaço público, enfatizou o autarca. Até porque, atirou, o estado de conservação do largo era “deplorável”. As obras, disse ainda Filipe Dias, deram “nova vida” a um sítio “emblemático” da vila e da freguesia.

Por sua vez, o concelho ficou com “uma entrada com a dignidade” que há muito reclamava. Todavia, como reconheceu o presidente da junta, o resultado não agrada a todos, sobretudo àqueles que reclamam mais lugares de estacionamento na zona.

(Reportagem completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS)

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.