Machado quer polícia a vigiar horários da noite de Coimbra

Posted by
FOTO DR

FOTO DR

O presidente da câmara defende o reforço do policiamento para fazer cumprir os horários de cafés e bares, na noite de Coimbra.

Dando o exemplo de uma cidade em tudo comparável a Coimbra, lembrou que em Salamanca “há vida noturna, há animação, há milhares de pessoas nas ruas, mas, chegada a hora limite, acabou!”.

Manuel Machado reagia, assim, às intervenções de dois munícipes que aproveitaram a reunião pública do executivo para denunciar situações de excesso de ruído e vandalismo, quer na Alta quer na avenida Sá da Bandeira.

Versão completa na edição impressa

4 Comments

  1. Doug MacLeod says:

    No Reino Unido, nós descobrimos o que acontece quando você fechar os bares e restaurantes mais cedo. Todas as pessoas boas obedecer a lei e ir para casa, mas os vândalos e os criminosos ficar de fora. Quando não há testemunhas, eles dominam as ruas. As mulheres são muito medo de andar sozinho, os preços dos imóveis caem e as famílias passar a viver nos subúrbios. A cidade morre. Para manter as ruas cheias de gente é a melhor maneira de controlar os criminosos.

  2. OdaEsquina says:

    @Doug MacLeod Concordo em parte consigo, no entanto, deixo-lhe aqui convite para deixar o seu carro (caso possua) no largo da Sé Velha durante uma semana e igualmente a pernoitar na minha humilde casa. Depois disso, tenho curiosidade de saber se a sua opinião se mantém.

  3. Isso! Acabem com os bares e com as pessoas na rua #Ironia. Depois queixem-se da insegurança, exemplo da baixa que sem bares nem gente, toda a gente a evita durante as horas mais avançadas.

  4. sonâmbula says:

    Já para não falar da vergonha da Rua Padre António Vieira, zona habitacional onde não vivem só estudantes, em que não são respeitados os mais elementares direitos dos cidadãos ao descanso e ao sossego. Há pessoas que têm de se levantar cedo para ir para o trabalho, não podem ficar a dormir e a mandriar à custa do dinheiro dos papás. Há vários meses que não consigo dormir mais de três horas por noite (quando muito) e de madrugada tenho que aguentar o carro do lixo, pago com os meus impostos para os outros se andarem a divertir. Há tantos lugares sem moradores por perto para manterem bares abertos até tarde. Gostei da questão da insegurança: para a próxima já sei quem vai pagar os danos nos carros e nos vidros dos prédios!!! Ai, se isto acontecesse à porta de certas pessoas…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.