“Estádio Universitário não será transformado numa aldeia olímpica”

Posted by
08 ESTADIO UNIVERSITARIO NA UNIVERSIDADE LC

FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

“Só por cima do meu cadáver. Não haverá luxos. Sempre fui dos que mais gritou contra os despesismos feitos em algumas estruturas construídas para eventos temporários”, frisou, esta quarta-feira, João Gabriel Silva, garantindo que o investimento criterioso é um “requisito à cabeça” para o projeto de recuperação do Estádio Universitário de Coimbra (EUC).

Ontem, num debate público sobre o “papel do EUC no desenvolvimento e valorização da margem esquerda de Coimbra”, o reitor da UC assegurou que, ainda que se tenha em conta a candidatura para os Jogos Europeus Universitários (JEU), “não serão feitas infraestruturas que, passados uns anos, ficarão às moscas”, “transformadas numa espécie de subúrbio industrial abandonado”. “O EUC não vai virar uma aldeia olímpica”, concluiu.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Henrique Costa says:

    Sempre achei este reitor um fundamentalista de esquerda. Agora tenho de corrigir, é um fundamentalista do miserabilismo de esquerda!!! Como se o Universitário há muito que não envergonhasse a Universidade e a cidade e como se a AAC não tivesse capacidade de usar o que há e mais muito ainda. O sonho é que comanda a vida, este reitor é mais preocupado com os pesadelos: "Sempre fui dos que mais gritou contra os despesismos feitos em algumas estruturas construídas para eventos temporários" É o que dá vivermos no "Portugal Tranquilo" sem ambição nem espírito competitivo..

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.