Cavaco Silva alerta para gestão correta das florestas

Posted by

CAVACO SILVA

O Presidente da República alertou ontem, na Lousã, para a necessidade da gestão correta das florestas nacionais, que considera ser um problema por resolver.

“Há um problema que ainda precisamos de atacar e conseguir algum sucesso, que é a gestão correta das nossas florestas”, disse Cavaco Silva, à margem de uma visita ao laboratório dos estudos sobre incêndios florestais, localizado na Lousã.

O chefe de Estado lançou um apelo aos proprietários das florestas “para que pensem na forma de gerir racionalmente os bens de que são proprietários por forma a se evitarem incêndios”.

Cavaco Silva mostrou-se confiante quanto à preparação do dispositivo para fazer face aos incêndios no presente ano, após ter sido confrontado com uma questão de um dos jornalistas presentes, que apontava para a falta de equipamentos individuais, dificuldades na manutenção de viaturas e falta de dinheiro em corporações de bombeiros.

País está “melhor equipado”
mas “falta educar os cidadãos”

Em resposta, o Presidente da República referiu que Portugal está hoje “muito melhor equipado do que estava” nas últimas duas décadas, sublinhando também que, para além do trabalho dos bombeiros, é necessário “educar os cidadãos para a prevenção”.
“É preciso que todos os portugueses sintam que a prevenção é uma tarefa que cabe a cada um”, frisou, pedindo aos cidadãos que deem “todo o apoio aos bombeiros” e que defendam a preservação da floresta nacional.

Durante as declarações aos jornalistas, Cavaco Silva recusou-se ainda a tecer qualquer comentário em relação à “lista VIP” de contribuintes do fisco.

Ontem, na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, foi ouvida a presidente da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD), Filipa Calvão, que afirmou que a iniciativa da criação da “lista VIP” partiu da Área de Segurança Informática da AT, que é dirigida por José Morujão Oliveira.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.