Uma vítima mortal e um ferido grave em despiste de ligeiro na Pocariça

Posted by
FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

Um morto, um ferido grave e outros dois a inspirarem menos cuidados. Este foi o resultado trágico do acidente ocorrido ontem, eram 10H00, quando o automóvel em que seguiam quatro jovens, todos entre os 18 e os 22 anos, entrou em despiste no centro da Pocariça, Cantanhede, acabando por colidir violentamente contra os edifícios, numa rua de sentido proibido.

O sentimento geral de consternação e muita apreensão pelo estado crítico em que logo se percebeu ter ficado um dos jovens ocupantes do veículo, a viajar no lugar “do pendura”, acabou por se confirmar pelas piores razões.

Fábio Alexandre Gonçalves Silva, de 22 anos, acabaria por falecer depois de transportado ao hospital, mesmo depois de ter sido assistido pela equipa do INEM, no local do acidente, durante mais de uma hora.

Versão completa na edição impressa

12 Comments

  1. Zé da Gândara says:

    O local, pelo aspecto, parece ser no interior da localidade… Quiçá o condutor do veículo tenha confundido o circuito urbano da Pocariça com o circuito de rua em Monte Carlo e Mónaco…

    • Quiça devesses estar calado que tambem não és santo nenhum !

      Cumps

      • Zé da Gândara says:

        Seguramente que não serei santo mas não ofendi ninguém e não pago direitos por falar… E já agora… Não sou piloto de testes de equipa de F1 alguma ou mesmo street racer…

        • jwestcoast says:

          E que tal teres um bocado de respeito por todos os amigos e familiares nao ? Se calhar estas a ofender as pessoas que gostavam do fabio silva e que fariam tudo para que isto nao tivesse acontecido! Otario

          • Zé da Gândara says:

            Seria quiçá otário se fosse da tua família ou da tua raça, coisa que não me parece que seja o caso! Quem reage a um comentário com um insulto, diz o quão troglodita e arcaico é…

        • ele também não é … Pode acontecer A TODOS …aconteceu a ele…podia acontecer a ti, e tenho a certeza que se assim fosse não falavas assim…por isso o melhor que fazes é calares te e cresceres um bocadão

          • Zé da Gândara says:

            Caro LJS,

            Já sou bem crescido… Quanto a ti… É algo que se terá de aferir…

  2. És é um grande cona em falares assim de acidentes que lês nas noticias é só isso que te digo, e que um dia se tiveres filhos, ou se já tens, que não tenhas de passar por aquilo que estamos a passar. Não és civilizado o suficiente para ter este tipo de respostas amigo.

  3. cada vez mais jovens pagam com a sua vida actos de irresponsabilidade. sendo ainda mais triste se levam vidas de quem nada tem culpa dos mesmos! que outros peguem em exemplos tristes como este para moderar as suas atitudes futuras!

  4. ironycoach says:

    Alguém viu o acidente e contou a história? Para que serve esta discussão agora?
    Só nos podia servir para tentar sensibilizar as pessoas (de todas as idades, diga-se de passagem) para a segurança rodoviária. Mas, será que alguém consegue entender se o acidente aconteceu estritamente por responsabilidade do condutor? Se sim, informemos as pessoas com o cuidado e delicadeza que a situação exige; se não, vir para o site de um jornal online tecer comentários sobre as capacidades e responsabilidades automobilísticas do condutor que, infelizmente, já se vai sentir suficientemente mal, tendo em conta que o rapaz que ía ao seu lado morreu é, sim uma falta de respeito. (Compreendeu, Sr. Zé da Gândara? Lá porque faz uma aplicação de vocabulário muitíssimo rica não significa que saiba o que está para aí a dizer, muito menos que compreenda o significado das palavras que escreve. Azar o seu, qualquer consegue ler um dicionário e eu também fiz os meus trabalhos de casa.)
    Nada nesta notícia (pelo menos a versão online) nos leva a crer que o acidente tenha passado por um problema de velocidade. Aliás, Sr. Zé da Gândara, gostava que me explicasse como é que, a partir de uma imagem estanque e de uma notícia que nada diz a respeito, consegue adivinhar que foi um problema de velocidade. Não será essa uma opinião preconceituosa sobre a condução dos mais jovens, assim como a opinião ARCAICA que decidiu dar no 3º comentário desta página, insultando racial e implicitamente outro utilizador?
    Eu posso ver outras coisas interessantes na imagem, como o piso molhado, por exemplo. Mas, mais uma vez, não sei o que aconteceu. Não li em sítio fidedigno e não estava lá para ver, felizmente.
    Lamento a morte do rapaz, acima de tudo, e não consigo compreender como uma notícia trágica destas poder dar origem a uma analogia humorística automática da parte seja de quem for que, ainda para mais, culpabiliza logo o condutor do veículo. Independentemente da culpa ser dessa pessoa ou não, não lhe cabe a si fazer esse tipo de julgamentos, pelo menos não aqui e não da forma jocosa como fez.
    Espero que nunca tenha tido uma multa por excesso de velocidade.

    • Zé da Gândara says:

      Já que é tão culto, aprofunde a sua cultura com Inglês Básico (Inglês ao nível do que e ensinado às criancinhas agora no 3º ano do ensino básico tugalês)… E se assim fizer, verá que para quem diz que eu insultei alguém em termos raciais (era o que faltava eu ser racista, até porque tendo nascido nesta espécie de protectorado boche, não sou ariano puro), cometeu um grande erro de apreciação e revelou-se ser um nadinha ao tender para o precipitado, para não o rotular de ignorante…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.