Opinião – PDR 2020

Posted by
Paulo Almeida

Paulo Almeida

O Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 é um programa Operacional de Inovação e Especialização das zonas rurais. Portugal foi o 5º país a submeter o PDR à Comissão Europeia e o 4º a obter a sua aprovação. As medidas foram abertas a meio de Novembro do ano passado, ainda antes de termos o programa aprovado, que se cifra na disponibilidade de cerca de 4 mil milhões de euros para o apoio à agricultura nacional.

Uma das apostas centra-se na promoção do investimento em infraestruturas, modernização e em tecnologias mais eficientes, que tem já 428 projetos de investimento submetidos, num investimento associado de 263 milhões de euros. Outra refere-se ao investimento florestal. Para tanto, houve o reforço em 555 Milhões de Euros de despesa pública ( 13,2% da dotação PDR), o que representa uma oportunidade para investimento em gestão e prevenção florestal que devem ser aproveitadas.

Quanto ao apoio aos jovens agricultores, que são o motor da economia rural pelo dinamismo que lhe conferem, existe um prémio à primeira instalação que pode ir até € 31.250,00, bem como majorações no apoio ao investimento.

Outras áreas não são esquecidas, como o reforço da organização da produção, a gestão do risco no âmbito da atividade agrícola, a aposta em ações agroambientais simples, claras e controláveis, e o apoio à inovação (efetuado através de Grupos Operacionais).

A abordagem LEADER vai passar a integrar os pequenos investimentos na agricultura, que serão decididos a nível local, e terá um apoio às cadeias curtas de comercialização e mercados locais, fomentando a comercialização dos produtos agrícolas em mercados de proximidade, promovendo e dinamizando a economia e o mundo rural.

Este PDR 2020 assume como prioridade a reafirmação da importância estratégica do sector agroalimentar e florestal para a economia nacional, potenciando a sua sustentabilidade e a dinamização do meio rural, através do incentivo ao empreendedorismo.

2 Comments

  1. Então e quando é que queimam na fogueira o Arlindo Cunha como "prémio" pela sua famosa PAC, ex libris do cavaquismo?

  2. Zé da Gândara says:

    Este senhor deputado da Nação (?) parece o ministro da informação de um governante que foi deposto em directo… Já não há paciência… Será que além daquilo que lhe dizem para debitar, não consegue opinar sobre qualquer outra coisa?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.