Conselho dos Politécnicos explica que não quer extinguir exames nacionais

Posted by

carlos maia

O presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), Carlos Maia, disse hoje, quinta-feira, que a proposta de alteração do regime de acesso a este tipo de ensino superior, de iniciativa do Conselho dos Politécnicos não pretende extinguir os exames nacionais.

“O Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), na proposta de alteração do regime de acesso e ingresso no ensino superior apresentada, não propôs, nem pretende, a extinção dos exames nacionais”, afirma Carlos Maia.

O presidente do IPCB e membro da comissão permanente do CCSIP, explicou que a proposta prevê que as instituições – que o pretendam – possam considerar que a demonstração da capacidade para a frequência da instituição/curso seja feita através da aprovação nas disciplinas dos cursos científico-humanísticos, correspondentes às provas de ingresso exigidas.

Isto resulta da combinação da classificação da avaliação interna contínua, com um peso de 70%, e da classificação da avaliação externa, obtida nos exames nacionais e com um peso de 30%.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.