Autarquia aproveita restos do QREN para pagar empreitadas já concluídas

Posted by

simulador dos SMTUC

Duas empreitadas já realizadas em Coimbra, bem como um equipamento de simulação de condução para os motoristas, já adquirido pelo serviço de transportes urbanos, vão agora receber comparticipação de 85 % do seu custo pela União Europeia.

Como as verbas do QREN, que terminou o ano passado, não se esgotaram completamente, a Câmara de Coimbra contratualizou com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) um financiamento para estes três projetos no valor global de quase 942 mil euros.

Os três contratos de financiamento são apoiados em 85%, em regime de “overbooking”, ou seja, depois de concluído o prazo de financiamento, beneficiando de um regulamento específico do Programa Operacional Regional do Centro 2007-2013 (QREN),

Entre os três projetos contratualizados, “o de maior montante é o do simulador de condução que já se encontra em funcionamento nos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra”, adianta a autarquia.

Com um custo total de quase meio milhão de euros, o simulador de condução terá uma comparticipação do Feder (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) de cerca de 425 mil euros.

Outro dos projetos apoiado, já concluído, são as acessibilidades ao Convento de São Francisco/Centro de Convenções e requalificação da avenida João das Regras, obras que envolveram um investimento da ordem dos 335 mil euros, com um financiamento comunitário de quase 282 mil euros.

A requalificação da avenida Gouveia Monteiro, também já concluída, é o terceiro projeto integrado no acordo entre o município de Coimbra e a CCDRC.

As obras naquela artéria, que faz parte da circular da cidade e “apresentava um elevado nível de sinistralidade, nomeadamente despistes”, implicou um investimento total de 277 mil, com um financiamento do Feder de 235 mil.

Toda a informação na edição de sexta-feira, dia 13 de março, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.