Voluntários precisam-se nos bombeiros de Góis

Posted by
Arquivo - Gonçalo Manuel Martins

Arquivo – Gonçalo Manuel Martins

 

Reforçar o quadro de bombeiros é um dos propósitos da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Góis para 2015, dada a falta de voluntários nesta corporação. Adiantando que esta situação “a agravar-se, pode pôr em causa a qualidade de prestação de serviços”, Jaime Garcia defendeu, na última assembleia geral, na qual foi aprovado o plano de atividades e orçamento para este ano, que “importa incentivar a participação cívica”. “Esta associação necessita de reforçar o seu quadro de bombeiros, mantendo todos no quadro ativo, de forma a garantir adequados níveis de prontidão e proporcionando a qualidade desejada nos serviços prestados à população”, reforçou.

Sensibilizar os jovens
Destacando que “o apoio à escola de bombeiros também precisa de ser reforçado”, o presidente da direção dos Bombeiros Voluntários de Góis defendeu que é necessário “avançar com a política de captação e retenção de voluntários, com a realização de ações de promoção e sensibilização junto dos mais jovens”. Sendo a sustentabilidade financeira da associação outra das preocupações da direção, o dirigente lembrou que estão “dois quartéis em funcionamento, em Góis e em Alvares”, o que constitui “uma quase duplicação de encargos”.

Informação completa na edição impressa

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.