Sócios da Briosa aprovam contas e chumbam provedor

Proposta Moção de Louvor ao sócio e antiga glória da Académica Mário Campos. FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

Proposta Moção de Louvor ao sócio e antiga glória da Académica Mário Campos. FOTO DB/LUÍS CARREGÃ

Os sócios do Organismo Autónomo de Futebol (OAF) aprovaram ontem as contas do exercício da última época, mas não ratificaram a proposta da direção para o provedor dos sócios.

Este ano foi a primeira vez que foram apresentadas as contas em separado do futebol profissional e do amador, fruto do surgimento da Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (SDUQ).

A discussão criou alguma celeuma, com duras críticas de Nuno Oliveira, candidato contra José Eduardo Simões nas últimas eleições. Primeiro, porque a direção começou por não explicar as contas, onde se apresentava um saldo negativo da SDUQ de mais de dois milhões de euros, o que representa uma situação de falência técnica da entidade.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.