Overdose de pós-graduações prejudica imprensa universitária

Posted by

 

Imprensa UC

“Esta overdose de mestrados, doutoramentos e pós-graduações medíocres é prejudicial para as universidades”. Quem o diz é José de Faria Costa, catedrático de Direito, antigo diretor da Imprensa da Universidade de Coimbra e atual provedor de Justiça.

Para Faria Costa, esta proliferação “é obra de pessoas que há 20 anos nem tinham uma licenciatura” e que pressionam as imprensas das universidades para publicar artigos e teses “sem qualquer valor científico”.

“Não defendo uma universidade elitista, mas sim democrática e com um elevado nível de exigência”, explicou.

Na primeira sessão dos “Encontros da Imprensa”, juntamente com os antigos diretores da Imprensa da UC, Fernando Regateiro e João Gouveia Monteiro, Faria Costa contrariou os “arautos que anunciam a morte do livro”.

(ler notícia completa na edição impressa desta quinta-feira)

 

One Comment

  1. isso é só o resultado do facilitismo da UC…tira-se agora um curso quase por correspondência

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.