Câmara da Guarda vai fornecer refeições a mais 136 crianças de escolas da cidade

Posted by

05 Refeição escolar

 

O presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, anunciou hoje que a partir de janeiro a autarquia vai alargar o fornecimento de refeições a 136 crianças de cinco escolas do 1.º ciclo do ensino básico da cidade.

Segundo o autarca, a medida, que deverá ser aplicada no arranque do segundo período do ano letivo de 2014/2015, abrangerá alunos das escolas Espírito Santo, Augusto Gil, Santa Zita, Bonfim e Adaes Bermudes.

Álvaro Amaro disse à agência Lusa que o fornecimento de refeições será efetuado “o mais rápido possível”, reconhecendo que a possibilidade de a autarquia financiar as refeições escolares a mais 136 alunos “é uma questão de justiça social”.

A medida representa para a Câmara Municipal da Guarda um investimento mensal de cerca de seis mil euros, indicou.

O fornecimento de refeições às crianças do 1.º ciclo do ensino básico das escolas do centro da cidade ainda irá depender dos pais, mas Amaro sublinha que a autarquia está disponível “para financiar uma parte [do custo de cada refeição] no quadro do programa de apoio às refeições escolares”.

O serviço de refeições deverá ser efetuado mediante a celebração de protocolos com instituições particulares de solidariedade social, embora Álvaro Amaro não rejeite a possibilidade de poder ser realizado, em caso de necessidade, “com a capacidade instalada no município”.

Sob o ponto de vista social, o presidente da câmara da Guarda reconhece que a decisão do executivo que lidera visa acabar com “uma brutal injustiça”.

“Não consigo encontrar explicações para isto. É um caso típico de uma gritante injustiça. Não encontro razões técnicas nem financeiras”, afirmou.

A autarquia da Guarda já fornece atualmente refeições a um total de 260 alunos do concelho, sendo 175 abrangidos pelo escalão A da Ação Social Escolar e 85 pelo escalão B.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.