Presidente de Montemor-o-Velho apelidado de “imbecil” pelo seu antecessor

Posted by

Emílio Torrão

Emílio Torrão

O presidente do município de Montemor-o-Velho abandonou ontem a sessão da Assembleia Municipal, em que foi discutida e apresentada a dívida da autarquia, depois de ter sido chamado de “imbecil” pelo anterior chefe do executivo.

Emílio Torrão (PS), eleito nas autárquicas de setembro do ano passado, classificou de danosa a gestão do seu antecessor, Luís Leal (PSD), depois de terem sido apresentados os resultados da auditoria externa realizada pela Delloite, que aponta para uma dívida de 34,4 milhões de euros, à data de 31 de outubro de 2013.

Neste contexto, a sessão acabou por ser bastante conturbada, revelando a existência de 29,4 milhões de euros de dívida registada, mais cerca de cinco milhões em compromissos assumidos mas não faturados e outras dívidas não contabilizadas ainda na contabilidade.

Foi já durante a discussão política dos resultados apresentados que o anterior presidente da câmara, Luís Leal, atual deputado municipal, disse que não discutia assuntos com um “impreparado, incompetente e imbecil”, referindo-se ao atual líder do executivo, que saiu imediatamente da sala como forma de protesto.

O presidente da Assembleia Municipal, Fernando Ramos, acabou por cortar a palavra a Luís Leal e repreender a sua atitude.

Em declarações à agência Lusa, o auditor Luís Barbosa disse que o município de Montemor-o-Velho não consegue libertar meios para amortizar a dívida e deve “partir para um processo de renegociação”.

23 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.