Mais de 90% da população do Centro adere a programa de diminuição de sal no pão

Posted by

PAO

A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) informou hoje que 93% da população da região está abrangida pelo programa Pão.come, que visa, através da diminuição do teor de sal no pão, prevenir doenças cardiovasculares.

Cerca de um milhão e meio de pessoas da região Centro está já “abrangida pelo Pão.come”, um projeto da ARSC, que procura prevenir doenças cardiovasculares e cerebrovasculares e que foi implementado pelo Departamento de Saúde Pública em 2007.

Inicialmente, começou em “322 padarias em 26 concelhos”, contabilizando na atualidade “1.139 estabelecimentos ligados à indústria da panificação distribuídos por 73 concelhos” da região, informou a ARSC, em comunicado enviado à agência Lusa.

“Esta intervenção teve como base um diagnóstico realizado em 150 amostras de pão, cujo resultado médio de teores de sal foi de 1,58 gramas por 100 gramas de pão”, tendo como meta final proposta a redução de sal para 0,8 gramas por 100 gramas de pão, em 2020, explicou a administração regional.

Desde 2007, já foram realizadas “cerca de 5.000 análises a pão”.

Segundo a nota de imprensa, a iniciativa “envolve uma vasta equipa de médicos e enfermeiros de saúde pública, técnicos de saúde ambiental, nutricionistas, engenheiros sanitaristas, técnicos de laboratório e padeiros”, tendo ainda como parceiros a Associação do Comércio e de Indústria da Panificação, Pastelaria e Similares e a Fundação Portuguesa de Cardiologia.

A iniciativa da ARSC foi já premiada na categoria Promoção da Saúde, pelo Alto Comissariado da Saúde em 2009, e pelos Nutrition Awards em 2010, com uma menção honrosa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.