Mais de 1100 vagas ficaram por preencher nas escolas de Coimbra

Posted by

UNIVERSIDADE DE COIMBRA

A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) foi a única instituição de ensino superior público do distrito que viu a totalidade de vagas já preenchidas na 1.ª fase do concurso de acesso ao ensino superior.

Apesar do preenchimento total dos lugares, a ESEnfC registou uma oferta menor que a procura, ou seja, das 320 vagas apenas 272 puseram a instituição conimbricense como primeira opção (85 por cento).

Um valor abaixo da Universidade de Coimbra (UC), onde 91 por cento dos alunos ficaram na opção pretendida. Mesmo assim ficaram por preencher 381 vagas, sendo a Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCTUC) aquela que ficou com a maior percentagem (320 das 381 vagas em falta).

Só Engenharia Civil e Engenharia Eletrotécnica e Computadores ficaram com metade dos lugares por preencher.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Henrique Costa says:

    Talvez agora a UC se mexa para convencer o governo a alargar as bolsas de estudo para o "interior" a Coimbra! É ridículo como Lisboa quando é para dar apoios ao interior só pensa nas zonas mais pobres do interior, quando é para dar compensações às grandes cidades pelos elevados custos do serviço públicos só pensa em Lisboa e Porto. Assim vamos caminhando para um país onde só há Lisboa e Porto e zonas pobres, porque as que ainda não o são, são abandonadas até o serem!!!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.