Escanções homenageados em Nelas na Feira do Vinho do Dão

Posted by

somelier

Os escanções, profissionais especializados e conhecedores de vinho, vão ser homenageados durante a 23.ª Feira do Vinho do Dão de Nelas, que decorrerá de sexta-feira a domingo.

A homenagem acontecerá no sábado, junto à Estátua do Escanção que existe desde 1966 na vila de Nelas, no Largo General José de Tavares, e que, segundo a organização da feira, é “a única de Portugal e, que se saiba, do mundo”.

Além de terem a responsabilidade de recomendar vinhos (entre outras bebidas) e de os servir, os escanções cuidam da sua compra, armazenamento e rotação na cave. Também elaboram as cartas de vinho dos restaurantes.

A estátua de Nelas foi encomendada ao escultor Domingos Soares Branco pelo então presidente da Junta de Turismo das Caldas de Felgueiras, Eurico de Amaral, num reconhecimento do escanção como o profissional por excelência para promover o vinho da sua região.

O escanção Fernando Ferramentas, que na época trabalhava no Hotel Aviz, em Lisboa, onde Eurico de Amaral ia almoçar algumas vezes, serviu de inspiração ao escultor.

“Já nessa época o meu pai tinha a noção da importância que o escanção tinha na restauração. Logicamente, percebeu que a promoção do vinho da região do Dão teria de passar por estes profissionais”, recordou o filho do então presidente da Junta de Turismo, que herdou o nome do pai e é atualmente proprietário da Quinta da Fata, em Nelas.

Outro dos destaques do programa é o espetáculo etnográfico encenado por António Leal, intitulado “As músicas que o vinho Dão”, com a presença da fadista Cátia Garcia, do acordeonista João Gentil, de cantores líricos e de mais de 30 figurantes, que irá realizar-se à noite, todos os dias da feira.

Com uma duração entre 30 e 40 minutos, o espetáculo tem como objetivo apresentar o vinho de forma alegórica.

“Idealizar este espetáculo foi relativamente simples, atendendo à belíssima paisagem beirã. Embora seja de Lisboa, sou um apaixonado pelo Dão e tenho feito muitos trabalhos na região”, referiu António Leal.

Por outro lado, o diretor artístico do espetáculo admitiu ser “um apaixonado por vinhos”, tendo ido buscar a inspiração “a várias fontes”.

“Demorámos cerca de um mês e meio a preparar o espetáculo, mas, logicamente, até à última hora, estamos sempre a tratar de pormenores”, acrescentou.

O programa inclui também uma conferência do especialista de audiovisuais João Pico, que explicará como potenciar e otimizar a comunicação dos vinhos com as novas ferramentas digitais da internet.

Na opinião de João Pico, “a maioria das empresas ainda não compreendeu a 100% o enorme potencial das novas ferramentas digitais”.

“Quer seja para um produto ou serviço, o marketing digital vai alavancar novos negócios, reforçar a marca e potenciar as vendas”, acrescentou.

Segundo a organização, a 23.ª Feira do Vinho do Dão “é o principal evento em termos da região demarcada do vinho do Dão”, reunindo “um número alargado de produtores de vinho, aos quais se associam exposições de outros produtos regionais, associações e empresas relacionadas com o setor vitivinícola”.

“Ao longo dos anos, a feira tem acumulado êxitos sucessivos, que já lhe granjearam uma invejável posição no contexto da região e mesmo a nível nacional, contando com milhares de visitantes por ano”, sublinha.

Durante o certame, vão realizar-se provas orientadas de vinho do Dão, sessões de cozinha ao vivo por chefes mediáticos, provas de vinhos especiais, visitas a produtores, a restaurantes e a casas de enoturismo da região.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.