Conselho Empresarial do Centro investe 320 mil euros na formação em inovação

Posted by

JOSE COUTO

O Conselho Empresarial do Centro apresentou hoje em Coimbra um projeto que pretende disseminar boas práticas na área da gestão de inovação para empresários do Alentejo e do Centro, investindo 320 mil euros na iniciativa.

O projeto, que é desenvolvido em conjunto com o Instituto Politécnico de Portalegre e com a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI), pretende que haja uma maior aproximação dos empresários a metodologias de gestão de inovação, de forma a “aumentar o valor acrescentado” e a “competitividade”, sublinhou José Couto, presidente do Conselho Empresarial do Centro (CEC).

Segundo o presidente do CEC, a iniciativa poderá ajudar “a região Centro a encontrar formas de transferência de conhecimento para as empresas”.

Salientou que “a gestão de inovação não é fácil de se fazer nas empresas”, apesar de considerar que os empresários perceberam “que, para exportar, têm de ser mais competitivos e que os produtos têm de sofrer processos de inovação”.

“Os empresários estão hoje mais sensíveis e entendem a formação como algo que lhes dá novas visões do processo produtivo”, disse José Couto, durante a apresentação do projeto, que teve lugar hoje à tarde na sede do CEC, em Coimbra.

A iniciativa, que conta com um investimento elegível de 323 mil euros (80% cofinanciado pelo QREN), vai abranger 12 “workshops” entre 15 de outubro e 30 de novembro nas duas regiões, dois eventos de apresentação de um manual de gestão de IDI (Investigação, Desenvolvimento e Inovação) e um seminário de encerramento do projeto.

Miguel Serafim, docente do Politécnico de Portalegre, explicou que será feito “um diagnóstico” das empresas das duas regiões, “identificando-se as necessidades e especificidades das empresas”.

Após o levantamento, serão compilados “os casos de sucesso” na área da gestão da inovação, disseminando-se essas boas práticas, quer a partir do manual, quer a partir das ações de formação, referiu.

Ao todo, serão desenvolvidos 20 estudos de caso de empresas com boas práticas e será criado, para além de um manual de gestão, um manual de implementação de projetos de DNP (Desenvolvimento de Novos Produtos).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.