Cidadãos por Coimbra exigem obras no metro

Posted by
Movimento cívico promoveu uma arruada e um comício de sensibilização para o impasse no metro. FOTO LUÍS CARREGÃ

Movimento cívico promoveu uma arruada e um comício de sensibilização para o impasse no metro. FOTO LUÍS CARREGÃ

A população de Coimbra não quer saber do metropolitano de superfície. “Para muita gente, parece que é um problema de Miranda e da Lousã”, lamenta-se o vereador do movimento Cidadãos por Coimbra (CpC), que ontem promoveu uma arruada e um comício em prol da conclusão do Sistema de Mobilidade do Mondego.

A arruada mobilizou menos de três dezenas de pessoas. No comício, para além de Ferreira da Silva, falaram Américo Santos, juiz e utente do antigo Ramal da Lousã, e José António Bandeirinha, arquiteto, professor universitário e deputado municipal do movimento político.

A iniciativa visou, também, sensibilizar a população para o impasse nas obras – um desiderato que levou o CpC a lançar uma campanha de recolha de assinaturas, cuja entrega, na Assembleia da República, já devia ter acontecido. No entanto, o desconhecimento e o alheamento dos conimbricenses, face ao estado do projeto, levaram o CpC a alargar os prazos.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Coimbra precisa de Metro??? Se a mobilidade urbana não funciona como é o caso dos SMTUC querem Metro para quê????? Para ocupar espaço urbano??? Não existe uma passagem desnivelada através de túnel ou do género, ver ex: Braga, aveiro, porto, leiria… Devem reivindicar a solução ferroviária para onde já existia, um "interface" em S. José, e reformular a mobilidade da cidade. Veja-se o exemplo da Rua do Brasil, Rua da Sofia, Rua Emídio Navarro, Fernão de Magalhães, etc, etc…em horas de ponta, ou seja em horas de chegar a tempo ao trabalho. Basta ver a miserável alteração de transito na Av. da Guarda Inglesa/Portugal dos Pequenitos/Rotunda à entrada da ponte de S.Clara que começou em Abril e só terminou à poucos dias…

  2. Idalina Rodrigues says:

    O senhor menistro dos transportes havia de ter vergonha tantos milhões que já se gastara no metro do Mondego e agora querem abandonarem uma linha que era centenária e que faz falta ao povo e melhor andarem a pagarem as camionetas que a maior parte dos dias andam vazias para baixo e para cima eu acho que ficava mais barato porém os carris no sítio e porém as automotoras que andavam já antes de se lembrarem do metro mas como ouve muita gente que comeu muito a conta do metro e abandonaram o projeto Para irem para outro tacho mas não tiveram sorte agora nem metro nem centímetro cambada de incompetentes isto e vergonhoso já digo como o Geronimo Martins um Pais de miseráveis

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.