Câmara declina responsabilidade na queda que vitimou José Guerra

Posted by
Família interpôs processo no Tribunal Administrativo e Fiscal por responsabilidade civil extracontratual naquele acidente de trabalho. FOTO DR

Família interpôs processo no Tribunal Administrativo e Fiscal por responsabilidade civil extracontratual naquele acidente de trabalho. FOTO DR

A audiência prévia do processo de responsabilidade civil extracontratual, interposto pela família de José Guerra contra o município de Coimbra, teve ontem lugar no Tribunal Administrativo e Fiscal de Coimbra.

Na sessão, a autarquia voltou a declinar responsabilidades na tragédia ocorrida no final da tarde de 7 de dezembro de 2012, tendo referido que o edifício e os muros contíguos pertencem ao Instituto Português do Desporto e Juventude.

Desta forma, e perante tal argumento, foi decidido entre as partes presentes na sessão (as advogadas Helena Mendes, pela família do falecido José Guerra, e Belmira Gil, da seguradora a quem o município entregou o processo) tomar as diligências necessárias para que o Estado seja “chamado ao processo”, afirmou Helena Mendes.

Versão completa na edição impressa

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.