Na Caniceira há artesanato que “dá saúde”

Posted by
Oficina de Manuel Costa Almeida é ao ar livre. FOTO JOANA SANTOS

Oficina de Manuel Costa Almeida é ao ar livre. FOTO JOANA SANTOS

Faça chuva ou faça sol, Manuel Costa Almeida faz questão de todos os dias ir à sua oficina, que está ao ar livre.

É junto à sua residência, na Caniceira (freguesia da Tocha), que o artesão faz o que gosta há cerca de duas décadas, construindo réplicas em miniatura dos mais emblemáticos edifícios da região da Gândara.

Conhecido como “Santo”, nome que era do seu pai, Manuel Costa Almeida admite já ter trabalhado muito e em muitos locais. Para além de Portugal, onde trabalhou na construção civil e na lavoura, foi também emigrante em França e na Alemanha.

Foi quando regressou à Caniceira, há cerca de 22 anos, que Manuel Costa Almeida foi desafiado por um vizinho, também artesão, a trabalhar a madeira descobrindo, assim, uma paixão que lhe era desconhecida.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.