6,4 milhões de euros para conservar estradas do distrito de Coimbra

Posted by

obras centro

Cerca de 700 quilómetros de estradas, pontes viadutos e outras travessias no distrito de Coimbra, vão sofrer obras de conservação ao longo dos próximos três anos.

A adjudicação das empreitadas na sua globalidade foi feita pela empresa pública Estradas de Portugal (EP) por um valor a rondar os 6,4 milhões de euros.

A intervenção será “em toda a rede rodoviária sob jurisdição da EP no distrito de Coimbra”, cujo centro operacional está situado na Estrada da Chapeleira, em Antanhol. Os serviços de comunicação da EP adiantaram ao DIÁRIO AS BEIRAS que o investimento “engloba todos os tipos de trabalhos de conservação de caráter mais preventivo, seja ao nível do pavimento, da sinalização ou limpeza de bermas”, acrescentando que “não são empreitadas de grande dimensão, mas sim pequenas obras que decorrem normalmente, fruto das inspeções diárias que as equipas da EP realizam nas estradas”.

É o que se chama “conservação corrente”, nas só das estradas, mas também das designadas “obras de arte” que, neste território ascendem a quatro centenas.

One Comment

  1. Com choupal, com entrada de Coimbra (mato junto a Coimbra -B, com espaços devolutos, (antigo matadouro, fabris estaco, triunfo etc), com tanto espaço para aproveitar para criar piscinas, parques de lazer, parques temáticos, e afins, preocupam-se com centros comerciais (que já há imensos numa cidade tão pequena) e estradas? Por amor de Deus, pensem..

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.