Médicos em greve “pela defesa do SNS”

Posted by
Greve paralisou vários serviços de saúde. FOTO LUÍS CARREGÃ

Greve paralisou vários serviços de saúde. FOTO LUÍS CARREGÃ

A Federação Nacional de Médicos (FNAM) considerou ontem, no balanço da paralisação de dois dias, que a adesão dos profissionais à greve que ontem terminou e as manifestações de apoio recebidas “transmitiram uma clara mensagem de intransigente defesa do Serviço Nacional de Saúde (SNS), transversal a toda a sociedade e opções político-filosóficas”.

Testemunhos dessa mensagem são, para a FNAM, “a forte adesão de médicos à greve de dois dias, que o próprio ministério, e as diversas administrações por si nomeadas não puderam deixar de reconhecer, nomeadamente o grande impacto que teve nos serviços por todo o país”, bem como “a significativa participação de médicos na concentração realizada frente ao ministério no primeiro dia de greve”.

A organização sindical destaca ainda a participação, na concentração de anteontem, “de várias estruturas da sociedade civil, desde logo das duas centrais sindicais e de diversas comissões de utentes, para além do claro apoio da Ordem dos Médicos”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.