Pombal acusa ministério de “má educação” ao fechar escola sem avisar

Posted by

diogo-mateus

O presidente da Câmara Municipal de Pombal, Diogo Mateus, acusou o Governo de ter “escolhido as regras da má educação” ao fechar uma escola do concelho, de um total de três, sem avisar previamente a autarquia.

“Eu acho que no bom trato institucional não fazia mal nenhum que, da mesma maneira que se discutiu as primeiras escolas que iriam encerrar, se discutisse outras”, afirmou Diogo Mateus, eleito pelo PSD, insistindo que “não se perderia nada na construção de uma solução discutida e participada”.

No sábado, o Ministério da Educação e Ciência anunciou que iria fechar 311 escolas do 1.º ciclo do ensino básico e integrá-las em centros escolares ou outros estabelecimentos de ensino, no âmbito do processo de reorganização da rede escolar.

Entre as escolas estão três no concelho de Pombal, Casal Fernão João, Casal da Rola e Matos da Ranha.

Segundo Diogo Mateus, em relação aos dois primeiros estabelecimentos o fecho “era matéria pacífica”, na sequência da “articulação feita com as juntas e os agrupamentos respetivos”.

O presidente da câmara esclareceu que a possibilidade de o estabelecimento de ensino de Matos da Ranha – que tem associado um jardim-de-infância – ser desativado foi colocada pela Direção Regional de Educação do Centro, em Coimbra, mas o município discordou pelo número de alunos, 19 no total, e também porque se encontra a adquirir terrenos para a construção de um centro escolar em Vermoil, na mesma freguesia, cuja conclusão está prevista dentro de ano e meio.

“Posteriormente, foi dito que de facto podia haver essa possibilidade de encerrar, mas que já não estava na dependência de Coimbra”, acrescentou o autarca.

Diogo Mateus, eleito pelo PSD, explicou que soube do encerramento da escola de Matos da Ranha na segunda-feira à noite, pelo ‘site’ do ministério, tendo expressado, no dia seguinte, em reunião do executivo municipal, “profundo desagrado”.

Adiantando que não vai opor-se à decisão do ministério de Nuno Crato, o presidente da Câmara de Pombal informou que a escola de acolhimento, Outeiro da Ranha, se situa a quatro quilómetros da que a tutela decidiu encerrar.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.