AdC gasta dois milhões em água que não utiliza

Posted by
Pedro Coimbra e Victor Carvalho, presidente e administrador da Águas de Coimbra. FOTO CARLOS JORGE MONTEIRO

Pedro Coimbra e Victor Carvalho, presidente e administrador da Águas de Coimbra. FOTO CARLOS JORGE MONTEIRO

A Águas de Coimbra (AdC) paga cerca de dois milhões de euros por ano em água que não utiliza.

O contrato de concessão – válido até 2039 – assinado em 2004 com a Águas do Mondego obriga a que a empresa municipal pague 17 milhões de metros cúbicos de água independentemente do consumo da AdC.

Porém, a empresa presidida por Pedro Coimbra só necessita de 13 milhões de metros cúbicos de água, o que perfaz uma diferença de quatro milhões.

“Estamos a pagar milhões em troca de nada”, lamentou Pedro Coimbra. De acordo com o presidente da AdC, o contrato prevê, ainda, um conjunto de investimentos em infraestruturas, sendo que muitos deles não foram concretizados. “Os que não foram feitos representam um valor de 13 milhões de euros”, revelou o responsável.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Anibal Assunção says:

    AMA com estas amavelidades que foram feitos pelas admenistrações de ambas as partes porque os consumidores é que tem de pagar qeiram naõ queiram a admenistrão atual que deve por fim a atual negocio feito ja é pela segunda vez que leio a noticia mas os consumidores tambem gostariam de saber se as admenistrações fossem chamadas a responsablidades

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.