Faltam sete técnicos no Centro Educativo dos Olivais

05 RITA RATO IEOLIVAIS CJM

Sete funcionários a menos, o que implica, nomeadamente, a acumulação de horas – com alguns casos a aproximarem-se das 400 –, mas também a desvalorização salarial e de carreira, têm contribuído para a degradação das condições de trabalho dos técnicos profissionais de reinserção social no Centro Educativo dos Olivais.

Ontem, no final de um encontro com os trabalhadores do Centro dos Olivais, depois de ter reunido com outros responsáveis pela reinserção social, serviços prisionais e vigilância eletrónica em toda a região Centro, Rita Rato, deputado do PCP à Assembleia da República, avançou a necessidade urgente de “apostar na valorização salarial (base de 683 euros), bem como numa valorização da carreira” destes profissionais, por forma a conseguir alguma “perspetiva de progressão que permita corresponder à profunda exigência (física e psicológica) que é necessária para exercer esta função”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.