Construção da via de acesso a Parque de Ciência em Ílhavo embargada pela Quercus

Posted by

logo_quercus DR

A Quercus procedeu hoje ao embargo extrajudicial da construção da via de acesso ao futuro Parque da Ciência e Inovação (PCI), em Ílhavo, disse à Lusa fonte daquela organização ambientalista.

Com esta iniciativa, a Quercus conseguiu suspender a obra da responsabilidade da Câmara de Ílhavo, impedindo que as máquinas começassem a destruir as terras agrícolas e se criasse um efeito de facto consumado.

A associação ambientalista vai entregar no Tribunal Administrativo e Fiscal de Aveiro, na próxima quarta-feira, o processo a pedir a ratificação do embargo extrajudicial da construção da via de acesso ao PCI.

A estrada com cerca de 800 metros, que deveria começar hoje a ser construída, vai ligar a rotunda das Lavegadas ao futuro PCI, atravessando vários terrenos agrícolas incluídos na Reserva Agrícola Nacional (RAN).

“A obra não pode avançar, porque a Lei da RAN não foi cumprida”, disse à Lusa João Paulo Pedrosa, presidente do núcleo de Aveiro da Quercus.

Em causa, segundo o ambientalista, está o facto de “não ter sido feito um estudo de localização alternativo para a via de acesso e de não haver um despacho conjunto do ministro da Agricultura e do ministro que tutela as autarquias locais”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.