BE critica escolha da Bênção das Pastas para dia das eleições europeias

Posted by

BENCAO PASTAS GMM

O Bloco de Esquerda de Coimbra criticou esta quarta-feira a escolha da realização da Bênção das Pastas da Queima das Fitas para 25 de maio, dia de eleições europeias, considerando que a data fixada configura “um apelo à abstenção“.

A coordenadora dos Estudantes do Bloco de Esquerda de Coimbra, Ana Morais, considerou, em comunicado, que a data escolhida para a cerimónia religiosa direcionada para os estudantes finalistas em Coimbra “impossibilita” que estes exerçam o seu direito de voto, contribuindo para a abstenção.

O Bloco de Esquerda de Coimbra apelou à alteração da data deste evento da Queima das Fitas de Coimbra de forma “a não coincidir” com as europeias.

“Para além de tornar a deslocação dos estudantes à sua freguesia de voto muito difícil, acresce ainda a deslocação de muitos familiares para este evento, o que pode contribuir fortemente para a abstenção”, referiu, na nota de imprensa.

A coordenadora recordou que a data para a realização das eleições europeias “foi aprovada pelo Parlamento Europeu no dia 21 de maio de 2013”, não percebendo como é que a Bênção das Pastas, “onde se reúnem milhares de pessoas, é agendada para o mesmo dia em que os cidadãos da Europa são chamados às urnas”.

João Luís Jesus, o Dux Veteranorum, que preside às reuniões do Conselho de Veteranos (órgão que define as datas dos eventos integrados na Queima das Fitas), disse à agência Lusa que a data da Bênção das Pastas foi decidida “em setembro” e que esta “estava condicionada pelo calendário religioso”.

O Dux da Universidade de Coimbra contou que na altura da definição da data “ninguém se lembrou das europeias, porque era um evento que estava ainda muito longe”, considerando que “é impossível desmarcar” agora o evento.

Na definição da data também teria sido possível marcar para “final de junho”.

Contudo, “já ficava demasiado tarde e coincidia com a época de exames dos alunos”, explicou João Luís Jesus.

O Dux Veteranorum sublinhou ainda que a “missa realiza-se de manhã e apenas dura uma hora”, havendo tempo suficiente “para que os estudantes e familiares exerçam o seu direito de voto”.

“O problema da abstenção não está nesta cerimónia”, concluiu.

A Bênção das Pastas realiza-se a 25 de maio apenas para os estudantes da Universidade de Coimbra, estando fixado para 24 de maio o evento destinado a finalistas das restantes instituições do ensino superior da cidade.

One Comment

  1. " O Dux da Universidade de Coimbra contou que na altura da definição da data “ninguém se lembrou das europeias, porque era um evento que estava ainda muito longe” " – sem sombra de dúvida um zelador, uma mente lúcida!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.