Pampilhosa da Serra é um exemplo na prevenção dos fogos

Posted by
Foto - Luís Carregã

Foto – Luís Carregã

A ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, elogiou este sábado o “extraordinário trabalho de prevenção” dos fogos florestais, que tem sido feito na Pampilhosa da Serra.

“Em 2005 arderam 18 mil hectares de floresta” em Pampilhosa da Serra, mas com “o muito trabalho do município, das juntas [de Freguesia], dos sapadores florestais e do Instituto de Conservação da Natureza e Floresta” foi “possível diminuir esse flagelo”, de tal modo que a média anual de área ardida no concelho tem sido, “nos últimos anos, de 40 hectares”, salientou Assunção Cristas.

O trabalho desenvolvido em Pampilhosa da Serra “é um bom exemplo” daquilo que deve ser feito e está a ser feito, “em muitas zonas do país, neste momento”, afirmou a ministra.

A prevenção dos incêndios não é trabalho “apenas do Estado”, salientou Assunção Cristas, defendendo que essa tarefa também compete às autarquias locais e aos sapadores florestais, “é um trabalho que tem de ser de todos”.

É “obrigação dos proprietários” defenderem do fogo as suas habitações e as suas propriedades florestais, sustentou, considerando que se isso acontecer, conjugado com “o esforço de todas as entidades”, será possível proteger a floresta dos incêndios.

Por seu lado, o presidente da Câmara de Pampilhosa da Serra, José Brito, disse que embora ainda não tenha sido feito tudo o que estava planeado, já “se fez muito” e já há alguns resultados desse trabalho.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.