Batalhar pelo ramal ferroviário e competências do tribunal

Posted by

04 JOAO MOURA CJM

“Defender a qualidade de vida e os interesses das populações, concretizar projetos para o desenvolvimento do concelho e manter a esperança”, num tempo marcado por grandes dificuldades, são os compromissos de um autarca, afirma João Moura, presidente da Câmara de Cantanhede, enquanto despacha o expediente do dia.

São 09H00 e João Moura – a cumprir o terceiro mandato à frente da autarquia – já trabalha no seu gabinete na câmara, que está instalada no palacete onde viveu o marquês de Marialva, figura marcante da história do concelho. No edifício, datado de 1523, a autarquia efetuou obras de requalificação que estão na reta final.

Na defesa dos interesses do concelho o autarca lembra, entre outras batalhas, a importância da reativação do ramal ferroviário Pampilhosa/ Cantanhede/Figueira da Foz, para o transporte de mercadorias, projeto que receia possa ser esquecido.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. qualidade de vida says:

    reactivação do ramal? com os carris a serem levantados? só se for transporte por b.t.t.

  2. Zé da Gândara says:

    Há masé quem queira por lá fazer um comboio seguramente…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.