Revisão do Plano de Ordenamento da Orla Costeira impede ampliação do hospital

Posted by

09 erosao costa pac (9)

A revisão do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) OvarMarinha Grande é um dos assuntos da agenda da reunião da Câmara da Figueira da Foz que se realiza hoje, pelas 15H00. Entretanto, o executivo já fez chegar as suas observações à comissão técnica que está a elaborar o documento, nas quais manifesta a sua oposição a várias propostas.

Nomeadamente, a equipa liderada por João Ataíde não concorda com as limitações impostas nas faixas de risco elevado e muito elevado em litoral arenoso. O gabinete de Ana Carvalho, vereadora do Planeamento e Ordenamento do Território, já fez aliás saber aos técnicos que estão a fazer a revisão do POOC que “esta inclusão deverá ser objeto de particular atenção e correção, com avaliação, caso a caso”.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Sobre os seguintes factos:
    "A equipa liderada por João Ataíde não concorda com as limitações impostas nas faixas de risco elevado e muito elevado em litoral arenoso"
    A equipa de João Ataíde pode não condordar com as limitações, mas terá de acatar as opiniões dos especialistas, pois estes já há muitas décadas mostraram os erros que se têm vindo a cometer na gestão da orla costeira e parece que estes políticos fazem "orelhas moucas" às opiniões de especialistas, os quais não pensam numa lógica de eleições, mas sim numa lógica de protecção de vidas humanas e de infraestruturas. Estes autarcas não aprendem e teimam em prosseguir uma política desastrosa de gestão da orla costeira, a qual só tem vindo a colocar vidas e bens em risco, bem como a gastar milhões de euros ao mar, supostamente para proteger pessoas e bens, quando afinal quem colocou em risco pessoas e bens foram estes políticos, que não ouvem quem sabe…
    Além disso, lamento que estes autarcas façam pressão sobre os técnicos que têm de fazer os estudos e tomar opções, é algo de inaceitável.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.