Passos Coelho poderá confirmar hoje em Coimbra que o Metro Mondego avança

Posted by

Beira rio maqueta

As reivindicações das populações de Coimbra, Lousã, Miranda do Corvo e Góis terão sido atendidas pelo Governo, de forma a candidatoar o projeto de conclusão dasta empreitada a financiamentos comunitários. Para isso era necessário que a comissão que assessora o Executivo nesta matéria considerasse a obra como um dos 15 investimentos de alto valor acrescentado para o país, o que o porta-voz do Movimento Cívico, que reivindica a linha, disse ontem que já aconteceu.

Revelou hoje “ter informações” de que a comissão encarregada de selecionar as obras a candidatar a fundos europeus incluiu na lista o projeto Metro Mondego.

Segundo Jaime Ramos, a comissão criada pelo Governo para elaborar terminou o seu trabalho e incluiu a continuidade e conclusão das obras do Sistema de Mobilidade do Mondego com uma dotação “provisional de 160 milhões de euros”.

Em declarações à agência Lusa, o antigo governador civil de Coimbra salientou que, “com base nas conclusões da comissão técnica, o Governo e o primeiro-ministro só têm de ratificar a lista de investimentos para o financiamento da União Europeia ser garantido”, numa percentagem que pode ir até 95 por cento.

Passos Coelho vem hoje, domingo, a Coimbra, às 19H00, para anunciar a sua recandidatura a presidente do PSD, cujas eleções se realizam dentro de uma semana.

O Sistema de Mobilidade do Mondego contempla a instalação de um metro ligeiro – com capacidade para circular nos eixos ferroviários, urbanos, suburbanos e regionais – na cidade de Coimbra e no Ramal da Lousã, onde as obras estão interrompidas há dois anos.

3 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.