Segunda volta das eleições para a Associação Académica de Coimbra decorre hoje e amanhã

Posted by

Candidatos segunda volta AAC 2013

A segunda volta das eleições para a Associação Académica de Coimbra (AAC) decorre hoje e terça-feira, com os estudantes a escolherem entre Samuel Vilela, da lista A, e Bruno Matias, da lista T, que encabeçam os dois projetos mais votados.

Samuel Vilela, aluno da Faculdade de Economia, venceu a primeira volta das eleições para a Associação Académica de Coimbra (AAC), realizadas a 25 e 26 de novembro, com 45% dos votos, sendo realizada uma segunda volta por não ter conseguido maioria absoluta.

A segunda lista mais votada, encabeçada por Bruno Matias, estudante de Direito, conseguiu arrecadar cerca de 42% dos votos totais, havendo uma diferença de 254 votos entre as duas.

Na primeira volta, votaram, no total, 9.388 estudantes, num universo de cerca de 23 mil: mesmo assim, a taxa de abstenção ficou abaixo da registada no ano passado, em que apenas votaram 4.926 alunos.

As duas listas que disputam a segunda volta foram também os projetos que mais gastaram em campanha, segundo o relatório de contas apresentado ao conselho fiscal, representando cerca de 92% dos gastos de campanha das quatro listas.

A lista A apresentou despesas de 5.143 euros e a lista T 5.651 euros.

Samuel Vilela, aquando do resultado da primeira volta, afirmou à agência Lusa estar “satisfeito com o resultado” geral, revelando estar “confiante em vencer a segunda volta”.

Bruno Matias referiu, na altura, que o resultado é “quase um empate técnico”, considerando que as “perspetivas são boas” para a segunda volta.

As duas listas defendem a redução gradual da propina, uma melhor ação social no ensino superior e o combate à falta de liquidez da AAC.

One Comment

  1. Só estas duas gastam perto de 11 000€, fora o resto que não se sabe…outro tanto. E ainda vêm com lutas contra propinas?? Não gozem com quem trabalha, se arranjam tanto dinheiro para andar a brincar ás políticas e aos tachos, criem também um fundo social para ajudar quem EFECTIVAMENTE não pode pagar propinas. Falsas demagogias se vivem nesta centenária e endividada associação…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.