Escolas de Educação exigem pedido de desculpas ao ministro

Posted by

04  PROFESSORES NA ESEC LC

O braço de ferro entre as escolas superiores de educação (ESE) intensificou-se a partir de ontem, quando representantes de 12 das 13 escolas públicas existentes no país se reuniram em Coimbra, onde decidiram subscrever a Carta Aberta do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) enviada ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, a pedir a demissão de Nuno Crato.

Todavia, por mote próprio, “não fazemos finca pé quanto à demissão do ministro” ressalvou o porta-voz do grupo, Rui Matos, presidente da Associação de Reflexão e Intervenção na Política Educativa das Escolas Superiores de Educação (Aripese).

Contudo, não prescindem de exigir que o ministro Nuno Crato “apresente um pedido público de desculpas” pelas afirmações que fez sobre a qualidade profissional dos docentes formados nestes estabelecimentos de ensino. Isto porque o governante, em entrevista à RTP, a 18 de dezembro último, dia da prova de avaliação de conhecimentos e capacidades (PACC) dos professores, disse ter dúvidas quanto aos licenciados nas ESE.

 

Toda a informação na edição impressa de hoje, 28 de dezembro, do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.