Surf “abre” Mondego a jovens de baixa-visão

Posted by

05 SURF ADAPTADO PARA CEGOS LC  (4)A manhã de surf adaptado para cidadãos de baixa-visão no rio Mondego foi um sucesso. E não o foi apenas pela adesão dos surfistas corajosos de todas as idades ou pela utilização de uma prancha especialmente criada para estes casos. O sucesso assenta, também, nas sementes que permitiu lançar para o futuro. “A ação de sábado pode ser o lançamento da primeira pedra para a realização de uma parceria ou protocolo entre a ACAPO, a consulta de Baixa-Visão do serviço de Oftalmologia do Hospital Pediátrico e o Clube Fluvial de Coimbra que permitirá realizar iniciativas deste género de forma mais regular”, adiantou João Taborda ao DIÁRIO AS BEIRAS.

O técnico do Serviço de Medicina Física e Reabilitação do Hospital Pediátrico e elo de ligação à Associação Portuguesa de Surf Adaptado, sublinha o envolvimento de toda a equipa, nomeadamente da responsável pela consulta de Baixa-Visão, Catarina Paiva e das técnicas Teresa, Ana e Viviane que proporcionaram “uma experiência inesquecível” para os sócios da ACAPO e para as crianças que frequentam aquele serviço no Pediátrico.

 

Ver versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.