Bombeira de Carregal do Sal morreu hoje no Caramulo (atualização)

Posted by

caramulo

Num dos piores dias de combate aos fogos florestais deste verão, uma bombeira, de 21 anos, morreu esta quinta-feira de manhã no incêndio do Caramulo. Há também registo de outro “soldado da paz”  e um GNR (GIPS) que sofreram queimaduras, no último caso de muita gravidade. As autoridades já não falam em desaparecidos. A morte de hoje eleva para três o número de bombeiros falecidos no incêndio que lavra há oito dias na Serra do Caramulo, esperando que os números não se agravem.

O comandante operacional distrital de operações de socorro de Viseu, Lúcio Campos, explicou que os bombeiros faziam um “ataque inicial” a um incêndio novo na Serra do Caramulo, mais precisamente em São Marcos/Muna, no concelho de Tondela, distrito de Viseu: “Foi com uma violência tal que resultou nesta tragédia”. Também uma viatura dos bombeiros foi destruída.

Entretanto, os habitantes do Braçal começaram a regressar ao final da manhã de hoje à aldeia, que esteve tomada pelo fogo durante a madrugada, encontrando um cenário carregado de fumo e bens materiais em cinzas.

O presidente da Câmara de Tondela, Carlos Marta, disse  que o vento “brutal” está a dificultar o combate ao incêndio no Caramulo, mas que tem sido possível proteger até ao momento as povoações, bens e pessoas.

“Para já tem-se conseguido proteger as populações, sobretudo no concelho de Tondela e de Oliveira de Frades [distrito de Viseu], mas a situação está muito difícil por causa do vento. É a maior dificuldade, é uma coisa enormíssima e brutal”, concluiu.

10 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.