Meio Caramulo foi destruído pelas chamas

Posted by

Carla Pires

Vereadora da Autarquia de Tondela, Carla Pires

A área ardida na Serra do Caramulo durante dois dias têm uma dimensão de 35 por 20 quilómetros na Serra do Caramulo.

É esta a estimativa apresentada pela vereadora da Câmara de Tondela, Carla Pires, apesar de não ter ainda números exatos. A vereadora responsável pelo pelouro da Proteção Civil disse que “não será exagero falar de uma frente de cerca de 35 quilómetros por uns 20 de largura”, tendo as freguesias de Silvares, Guardão e Santiago de Besteiros sido as mais afetadas.

“Era uma área sobretudo de floresta, mas de um valor patrimonial incalculável”, frisou, contando que na área de Santiago de Besteiros e Guardão havia “árvores adultas, com muitos anos, que demoram muito tempo a crescer”.

Carla Pires realçou que esta área era “o pulmão do Caramulo”, um património que “não vai ser reposto tão depressa”.

O Caramulo tem uma área de Perímetro Florestal que abrange os concelhos de Tondela, Vouzela e Oliveira de Frades e que está sob gestão direta da Autoridade Florestal Nacional.

O incêndio, que deflagrou às 00H25 de quarta-feira e provocou a morte de uma bombeira, foi dado como dominado às 08H32 de hoje.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.