Opinião – Estaremos no caminho de Itália?

Posted by

JULIO MARQUESJúlio Marques Mota

A propósito da convergência entre a Itália com a sua Máfia e Portugal com os seus jovens ao assalto do poder sob a responsabilidade de um Georgio Napolitano de matriz portuguesa. Num artigo de Domenico Mario Nuti ficámos a saber o nível de corrupção actual na Itália, onde com o descalabro eleitoral que Bruxelas não quer entender, quem ganhou foi Berlusconi. E ganhou por três razões:

1.Mantém como Presidente da República Giorgio Napolitano e que Nuti descreva e ilustra com factos como sendo um homem que não deve muita coisa à ética mas a quem Berlusconi deve muito.

2.Como vice-primeiro ministro tem-se nomeado a mão direita de Berlusconi, Angelino Alfano.

3.Como primeiro ministro temos Enrico Letta, filho de um antigo ministro de Berlusconi.

Este é, em síntese, o quadro em Itália, mas a pergunta que se deve colocar é a seguinte: e em Portugal? O que sabemos da intervenção do Presidente da República, a quem Sousa Tavares apelidou de palhaço, com um insulto à dignidade dos palhaços artistas, com a sua última intervenção é no mínimo um espanto. Falou antes em eleições para 2014 com um governo dito de salvação nacional bem amarrado a um acordo que a pressão de Bruxelas faria aprovar e a mostrar que estaríamos perante uma equivalência funcional do fascismo, pois então, com um tal acordo as eleições deixariam de ser necessárias. O acordo não se verifica, felizmente, e o Presidente desfaz então a hipótese de eleições em 2014. Quem entende?

Sabe-se da nomeação do governo e com os diabos, com um Ministro dos Negócios Estrangeiros de 73 anos. Rui Machete, e que terá passado pela Sociedade Lusa de Negócios, proprietária do BPN e que deveria ser proprietária dos buracos financeiros deste banco, mas pior do que isso, com um seu filho no Tribunal Constitucional, Pedro Machete, cooptado entre os pares, sem que isso seja considerado conflito de interesses! Nada acontece e a imprensa nada diz! Porquê este silêncio? Comprada? Ignorante? Ou sou eu que estou errado? Mas o curioso é que estamos com mais uma pessoa que passou pelo BPN a ir para o governo. Lembram-se do Franquelim Alves? Lembram com certeza, mas como diz o povo de quem sou filho, diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Ora são homens do Presidente, os homens em questão, são milhares de milhões que os pobres deste país hão-de ter de pagar e que desonestamente terão desaparecido, e o povo então descreve a ética do nosso Presidente de acordo com a sua regra acima enunciada. Mas o Presidente diz que gente mais séria que ele não há! Será então o sentimento popular que está errado, será a percepção do real do nosso Presidente que já não tem nada de real, ou será então o quê? Sinceramente, não entendo.

Deixem-me fazer uma pergunta: ninguém se interessa pelos pequenos comerciantes e pelos pequenos industriais contra a maquinaria absurda da burocracia a que são submetidos quando muitos deles ainda são iletrados. Não há um jornalista que seja capaz de acompanhar um camionista desde a carga até ao destino e presenciar a carga burocrática a que são estes operadores submetidos? Mas a pergunta não é essa. A pergunta é a seguinte: a quem pertencem as empresas principais fornecedoras dos milhares de equipamentos necessários para satisfazer esta pressão burocrática? A quem pertencem, a quem pertenceram?

Será então que estes exemplos nos mostram todos eles que estaremos a caminho da situação italiana?

 

2 Comments

  1. Teresa Pereira says:

    Brilhante constatação, Brilante reflexão que nos deixa aqui o Professor de Economia (Filho do Povo).
    Acredito que todos os dias nos quetionamos sobre estes factos/fenómenos…
    Já não ficamos incrédulos, penso eu, porque os Portugueses de hoje que não têm cartões partidários estão mais atentos, a prová-lo está
    o facto de já serem muitos os Cartões AMARELOS mostrados ao Governo/Desgoverno deste famigerado País!!!
    Muito perto estamos também de mostrar um GRANDE CARTÃO VERMELHO…
    Por nós 3ª Idade, pela 2ª Idade e pelas CRIANÇAS DESTE PAÌS QUE JÀ ESTÃO A PASSAR FOME!
    O Tempo Urge!

  2. José Simões says:

    O primeiro ministro, Letta, italiano é "mau" porque é filho de um ex-Ministro de Berlusconi ? Qual a lógica que preside a este raciocínio ? E a Ministra italiana Celyne K. também é má pessoa porque é filha de africanos ? E George Napolitano ? Quais as suas falhas éticas ?
    Júlio Marques Mota simplesmente faz um exercício de retórica básico sem apresentar factos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.