Hotel centenário da Figueira da Foz vai ser recuperado e transformado em unidade de quatro estrelas

Posted by

 

 

O Hotel Universal, situado na zona histórica e turística do Bairro Novo da Figueira da Foz, vai ser recuperado e transformado numa unidade hoteleira de quatro estrelas, um investimento de cerca de dois milhões de euros.

 

O edifício, localizado na confluência das ruas Maestro David de Sousa e Miguel Bombarda, junto à marginal oceânica, inaugurado em julho de 1904, esteve fechado nos últimos anos e foi adquirido à diocese da Guarda pelos atuais proprietários, uma empresa familiar denominada Entre Memórias, que vai juntar o nome à designação original do hotel.

“Pretendemos reforçar a oferta turística da Figueira da Foz e oferecer à cidade um hotel de charme que recupere e memória”, disse à agência Lusa Teresa Leão Costa, que assumirá a gestão da unidade hoteleira.

Teresa partilha o nome próprio com a primeira proprietária do Universal – Teresa da Conceição Xavier Ramos (1859-1932), que esteve casada com Costa Ramos, um capitalista do século XIX ligado à fundação do lar de crianças Costa Ramos, hoje integrado na Misericórdia – Obra da Figueira.

O prédio, classificado como de Interesse Municipal, com três pisos acima do nível da rua, cave e águas furtadas, vai manter a fachada onde se destacam linhas de arte nova, “não restando muitos exemplares na cidade que mantenham tão intactas as suas características originais da época”.

O interior, bastante degradado, vai ser demolido e reconstruído de raiz, mas os proprietários pretendem recuperar e preservar “todas as madeiras e os seus pormenores originais, como portadas das janelas, portas, corrimões, balaústres e algum mobiliário”, apelando assim às memórias do passado e ao seu cunho histórico, referiu Teresa Leão Costa.

Com 29 quartos e abertura prevista para 2014, o Hotel Universal Entre Memórias seguirá um conceito de boutique hotel de quatro estrelas onde se pode revisitar um século de história da cidade, propondo, para tal, “uma minuciosa reportagem presente em todos os pisos” – fotos e transcrições de comentários de jornais antigos sobre o hotel e a praia da Figueira da Foz.

Cada um dos cinco pisos visa transportar o hóspede “para uma época diferente” da história da cidade e cada quarto possuirá “um tratamento individualizado nos seus detalhes”, adiantou Teresa Leão Costa.

4 Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.