Serra da Estrela sem tabaco termina a 31 de maio no Vale do Rossim

Posted by

30 vale do rossim 6[1]Com Serra da Estrela: primeira serra do mundo sem tabaco, a Liga Portuguesa Contra o Cancro prosseguiu uma das suas principais finalidades: a educação para a saúde e a prevenção do cancro. O tabagismo é responsável por 30 por cento de todos os casos de cancro, 90 por cento dos cancros do pulmão, 25 por cento das doenças do aparelho circulatório e 75 por cento a 80 por cento das patologias respiratórias crónicas (bronquite crónica). O cancro do pulmão é atualmente o quarto cancro mais incidente em Portugal, e o primeiro cancro em termos de mortalidade. Estima-se que em 2030 exista um aumento de 24% no número de novos casos de cancro do pulmão no homem e na mulher.

Nas diversas sessões organizadas, no âmbito de Serra da Estrela: primeira serra do mundo sem tabaco, discutiram-se os malefícios do tabaco, a sua associação à doença oncológica e ao meio ambiente. Nestas sessões formativas, para além de um elemento do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, estiveram presentes profissionais de saúde do Instituto Português de Oncologia de Coimbra e representantes do Parque Natural da Serra da Estrela.

Serra da Estrela: primeira serra do mundo sem tabaco, começou no dia 17 de novembro e vai terminar no próximo dia 31 de maio, dia mundial do não fumador, com uma grande atividade final no Vale do Rossim, com a participação das diversas entidades parceiras e de alunos de várias escolas da área envolvente do Parque Natural da Serra da Estrela. Neste dia dedicado à prevenção do cancro e à promoção de estilos de vida saudáveis, os jovens poderão participar em diversas atividades, promovendo um maior contato com este lugar único no coração da Serra da Estrela.

 

Ver versão completa na edição impressa

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.