Obra de desassoreamento do Mondego vai avançar

 

MINISTRA DA AGRICULTURA EM COIMBRA - CJM (100)

Assunção Cristas esteve ontem em Coimbra para assistir ao contrato que vai permitir que a obra de desassoreamento do rio Mondego avance. E vai surgir devido a um trabalho conjunto entre a administração central e local, o que deixou satisfeita a ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território. Além disso, e como ontem foi deixada a garantia, não terá custos, pois a venda de inertes paga o valor da obra.

Falando de um problema que “se arrastava há muito tempo”, Assunção Cristas sublinhou a necessidade de intervenção das margens e também de se proteger as atividades económicas e desportivas que se desenvolvem e que, sem esta intervenção poderão ser postas em causa. Por haver riscos de inundações e de cheias e por afetar outras atividades – como a ministra ouviu no encontro que decorreu junto ao Centro Náutico do Parque Verde do Mondego – Assunção Cristas disse que era “uma ação urgente que tardava”.

Rute Melo

(Ver notícia completa na edição impressa)

One Comment

  1. Henrique Reis says:

    Aproximam-se eleições, cá estamos pra ver, mas que vergonha só nesta altura é que aparecem as obras senhor Presidente?, há quanto tempo se exigem as mesmas? Não nos esquecemos.Há quanto tempo governa a Autarquuia em parceria com o seu antecessor? Fazem de nós uns pacóvios, mas olhe que se enganam com estas manobras de diversão. O Povo não é estúpido, como nos querem fazer crer.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.