Vitória na Madeira “deu moral para o jogo com o Hapoel”

Não há tempo para descansar. Depois da vitória frente ao Marítimo, os jogadores da Académica treinaram ontem de manhã e ainda houve tempo para visitar duas escolas – a Eugénio de Castro e a Avelar Brotero –, distribuir autógrafos, sorrisos e apelos para ajudar a Académica a vencer já esta quinta-feira.

Wilson Eduardo, John Ogu e Salim Cissé foram os emissários da Briosa e o primeiro o porta-voz da equipa.

Wilson lembra “um momento de inspiração” frente ao Marítimo que valeu o 1-0. “Não tinha muito espaço, tentei inventar qualquer coisa e correu bem”, revela.

Versão completa na edição impressa

One Comment

  1. Sócio AAC says:

    As visitas ás escolas têm que ser permanentes, nestas idades ainda poderá ser possível mudar mentalidades e não apoiar um dos 3 habituais mas sim o clube da cidade ! Só assim a Académica poderá crescer em numero de adeptos e sócios.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.