Redes de peixe são atrações da praia da Tocha

Posted by

 

Nos dias mais quentes do estio os pescadores da arte xávega conferem uma nota original ao areal da praia da Tocha.

Lídio Figueiredo Gonçalves é o proprietário do barco Infante D. Henrique e responsável por uma companha de seis pescadores. O grupo pesca na zona sul da praia da Tocha mas, na altura de puxar as redes do mar, vários amigos ajudam. “Juntam-se 10 ou 15 pessoas, para ajudar”, conta o pescador.

Vão à pesca quando “o mar está manso”. O pequeno barco demora cerca de três horas e meia a estender as redes e depois é preciso puxá-las para terra, hoje com a ajuda do trator. E, mal as redes chegam à praia, agora puxadas pelos tratores, os veraneantes aproveitam para comprar, a muito bom preço, o peixe acabado de pescar, regressando carregados de sacos.

(ver reportagem completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS)

3 Comments

  1. Odilson Lima says:

    Fiquei impressionado com a quantidade de peixes retirados do mar com este tipo de pesca. Tenho certeza que o MAR será num futuro nossa fonte de ALIMENTO.

  2. Sam Barreira says:

    Lidio e meu amigo, muito simples e humilde, ha aquele peixe e eu tao longe, e a vida de emigrante. Praia da Tocha a rainha das praias portuguesas, vamos pescadores.
    Samuel

  3. Zé da Gândara says:

    Não é só a arte xávega que é particular por terras Gandarezas da Tocha… Existe uma plêiade de outras coisas muito particulares por estas paragens, a começar pelas ditas "elites" aqui do burgo, que são um verdadeiro case study… Se houver alguém interessado em ver pessoas atrasadas, que vá à Tocha que é coisa que abunda bem mais que o peixe pesacado através da arte xávega…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.