Escola da Noite e Cendrev apresentam “O Abajour lilás” no Brasil

Posted by

As companhias A Escola da Noite e Centro Dramático de Évora (CENDREV) apresentam em setembro, no Brasil, a peça “O Abajour Lilás”, uma coprodução estreada este ano em Portugal, baseada no texto do dramaturgo paulista Plínio Marcos.

A coprodução das companhias de Évora e de Coimbra vai ser exibida dia 8 de setembro em S. Paulo, no Teatro APCD, e dia 12, em São Carlos, no Teatro Municipal, disse à agência Lusa Pedro Rodrigues, da direção de A Escola da Noite.

Está também prevista uma extensão a Salvador da Bahia nesta digressão das companhias portuguesas, que se realiza no âmbito do primeiro concurso público de apoio à internacionalização das artes, tendo o projeto recebido um financiamento de cerca de 20 mil euros, adiantou Pedro Rodrigues.

Nesta digressão das duas companhias ao Brasil, que se integra no Circuito de Teatro Português, vai realizar-se também uma oficina destinada a atores, dirigida pelo diretor artístico de A Escola da Noite, António Augusto Barros.

“As nossas experiências no Brasil têm sido muito gratificantes, sempre com muita gente e com grande curiosidade e interesse do público. Este ano, há um fator de interesse adicional pelo facto de irmos a S. Paulo apresentar um texto de um autor brasileiro, que esteve proibido durante muitos anos e que é muito representado por grupos brasileiros”, referiu ainda Pedro Rodrigues.

Considerada como “a mais incisiva das peças que analisaram a situação brasileira, durante a ditadura que se seguiu ao golpe de Estado de 1964″, “O Abajur Lilás” foi escrita (e proibida pela primeira vez) em 1969.

Em 1975, depois de uma segunda proibição, viria mesmo a tornar-se “uma bandeira em defesa da liberdade de expressão e contra as diferentes formas de opressão e exploração”, lê-se na página da companhia conimbricense.

A coprodução estreou-se em abril, em Évora, tendo sido exibida, em maio e junho, em Coimbra. Tem encenação de António Augusto Barros, cenografia de João Mendes Ribeiro e Luísa Bebiano, e um elenco misto, com atores das duas companhias, que agora se deslocam ao Brasil.

É a terceira digressão que A Escola da Noite realiza no Brasil. A companhia tem mantido relações de intercâmbio com vários países lusófonos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.