58% do território do Continente em seca extrema em julho

Portugal continental estava no final de julho com 58% do território em seca extrema, 26% em severa, 15% em moderada e 1% em fraca. Segundo o último relatório do ministério da Agricultura de acompanhamento dos impactos da seca, regista-se o aumento de 129% de importação de energia elétrica e as previsões de quebras significativas nas produções das culturas forrageiras, dos prados e das pastagens.

O documento reporta-se à situação de Portugal continental a 31 de julho, destacando o aumento dos incêndios florestais, “pese embora que a sua ocorrência não se deva, somente, à seca”.

Devido à altura do ano em que os valores médios mensais da chuva são reduzidos, lê-se no texto que não se esperam “melhorias significativas da situação de seca”.

Texto de agência Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.