Presidente da câmara de Soure foi absolvido pelo tribunal

Posted by

Foto Luís Carregã

O presidente da câmara de Soure, João Gouveia, foi esta tarde absolvido da prática do crime de peculato em co -autoria com o vereador Américo Nogueira e seu secretário Aurélio Leite.

O caso remonta a Maio de 2010 quando João Gouveia nomeou, por proposta de Américo Nogueira, o ex-vereador Aurélio Leite para secretário do vereador, em regime de meio tempo, passando aquele a receber cerca de 825 euros mensais.

Segundo o Ministério Público tratou-se de uma nomeação que tem “única e exclusivamente por escopo a entrega mensal daquelas quantias a Aurélio Leite de quem nunca foi pedido ou esperado que exercesse quaisquer funções de secretário do vereador” até porque “sempre manteve, em exclusividade, a sua actividade profissional de restauração” no estabelecimento de que é proprietário.

 

3 Comments

  1. E assim se safa mais um político aldrabão! Haja dó. Senhor juíz ou juíza…não tem vergonha?

  2. Revoltas says:

    Isto é uma pouca vergonha,por isso com estes mamadores todos,a economia está onde está,,,depois dizem para disfarçar,,,que a partir de janeiro,tudo tem que ter uma fatura desde um simples alfinete a um botão para as calças,,porque segundo eles!!!!anda tudo a fugir ao FISCO,,,,,as maiores fugas estao em muitas situações iguais a esta,,,vergonha
    nos godinhos,,VARAS,,, PPP,,, oliveiras & costa,,,Dias loureiros,,,Duartes limas,,,isaltinos,, SA ,e em muitas outras coisas umas do conhecimento geral outras ainda por se descobrir E o burro somos nós,,,,,porque o decreto lei,,,só dá creditos pra futuros dotores,,,,

  3. Aurélio says:

    Conhecendo os protagonistas, isto é uma vergonha. Enfim é a justiça que nós temos.
    Assim vão continuar a comer e a beber à custa dos nossos impostos. Talvêz um dia se lixem. Será que a juisa tambem conhece a "Tasca do Aurélio". Pois se não conhece em breve poderá ser convidada para um jantar. CORRUPTOS.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.