GNR deteve 73 pessoas na primeira semana de fiscalização ao festival Boom

Posted by

A GNR deteve 73 pessoas, a maioria por tráfico de droga, durante a primeira semana da “Operação Piscadélica”, de fiscalização e vigilância ao festival Boom em Idanha-a-Nova, anunciou hoje aquela força de segurança em comunicado.

Segundo a GNR, foram detidas 63 pessoas pelo crime de tráfico de droga e apreendidas 7.400 doses de haxixe, quase 4.000 doses de diversas drogas sintéticas e 1.110 doses de cocaína, entre outras.

Foram ainda detidas nove pessoas por posse de armas proibidas, tais como punhais, bastões, uma catana, um sabre e um machado.

Uma pessoa foi detida por falsificação de notas, sendo apreendidas 89 notas falsas de 100 dólares.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 17 e os 62 anos e são oriundos de Portugal (43), França (12), Alemanha (7), Espanha (3), Holanda (2), Bélgica, Itália, Irlanda, Bulgária, Cabo Verde e Inglaterra.

O Festival Boom começou no sábado, dia 28 de julho, e decorre até 04 de agosto, sendo dominado pela música eletrónica e contando ainda com contributos de 800 artistas de vários países em exposições, oficinas, painéis de discussão e sessões de terapias naturais, refere a organização em comunicado.

A edição deste ano é dedicada ao tema “a alquimia, enquanto arte e ciência ancestral de transformação elementar”, acrescenta.

A operação da GNR decorre desde segunda-feira, dia 23, e conta com 1.500 militares de Castelo Branco, Guarda, Portalegre e Viseu e ainda de outras unidades especiais daquela força de segurança.

Além da zona envolvente ao festival, as ações da força de segurança estendem-se às passagens fronteiriças entre Portugal e Espanha.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.